O Busto De Adão E Outras Poesias de Bruno Félix

Crítica escrita por uma leitora portuguesa radicada na Bélgica, que adquiriu um exemplar pelo site da Chiado Editora.
Sigam o blog: https://contadordestorias.wordpress.com

Contador D'Estórias

No mês de Março foi lançado, pela Chiado Editora, o livro de poesia de Bruno Félix, “O Busto De Adão E Outras Poesias.”

Adquiri o livro, que me chegou prontamente, e alonguei-me a ler-lhe os poemas e as histórias que o compõem. O livro está dividido em quatro partes: começa com poesias soltas e depois vai-se afluindo em “O Livro Dos Sonetos,” que se descreve a si próprio, seguido do “Caderno De Haikai,” pintado com os pequenos poemas de estilo Japonês, e culmina no homónimo do título, “O Busto De Adão,” uma lenda recriada em poesia.

Não se deve amar um livro pela sua encadernação, mas quando este me chegou às mãos não pude deixar de reparar na estética original do mesmo. As páginas têm nuances áureas e a dactilografia é agradável. E depois, para nos arrancar da forma comum de como os livros são usualmente apresentados, há páginas a brincar, com textos escritos…

Ver o post original 177 mais palavras

Livraria da Travessa

Hoje o livro “O Busto de Adão e Outras Poesias” entrou oficialmente para o catálogo da Livraria da Travessa, uma das maiores e melhores redes de livrarias do Brasil!

Sem títuloO livro foi publicado pela Chiado Editora em Lisboa e já vinha sendo vendido em Portugal desde seu lançamento em fevereiro de 2015.

A impressão em papel marfim (coral ivory 80g) proporciona uma leitura bastante agradável, além do resultado estético impecável, valorizando a diagramação artística diferenciada e as ilustrações feitas originalmente a nanquim.

O preço do livro é bom (R$25,00 – 130 páginas), e a Livraria da Travessa ainda parcela em 3 vezes!

Sinopse:

Com um estilo moderno e irreverente, o autor destila ensinamentos de sabedoria em boa parte da obra, permeada ora por poemas de amor, ora por ácidas e bem humoradas críticas sociais. Tudo isso acontece em uma conexão dos poemas, seja através de lugares e situações, ou de riquíssimos personagens que interagem em diferentes poemas, todos escritos sob o olhar  honesto do poeta, ou seja: um espelho de sua realidade e vida.

O “Livreto de Sonetos” traz um colorido especial à obra, agradando ao leitor mais purista, não se limitando aos tradicionais sonetos de amor.

Antes de finalizar a obra, com os quatro cantos de vinte quartetos cada da moderna epopéia “O Busto de Adão”, o poeta presenteia o leitor com um suave e surreal “Caderno de Haikai” que apresenta brilhantes metáforas agregando ao livro uma graciosa leveza.

As ilustrações de Arthur F. Pádua são poesias à parte, tornando a experiência de leitura ainda mais agradável.

IMG_4204

E aí, gostaram?

Para fazer o pedido, basta clicar nas fotos acima, ou no link: http://www.travessa.com.br/

Abraços, e até breve!

Um pouco sobre a Cigar Box Guitar

Foi o primeiro instrumento de Blind Willie Johnson, ícone do blues.

Popularizou-se durante a grande depressão de 1930, por ser um instrumento de “custo zero”, ou seja, ideal para os bluesmen, que construíam essas guitarras com um braço simples (qualquer pedaço de pau), uma caixa de charutos de madeira e pelo menos uma corda. Assim, era possível “chorar” o blues com uma resposta de guitarra slide, o que ajudou a moldar o gênero musical.
Hoje existem guitarras Cigar Box bem elaboradas, feitas por grandes fabricantes, ou por exímios luthiers.
Construí a minha com uma caixa de charutos “Romeo y Julieta”, um pedaço de jacarandá e três cordas. Optei por colocar trastes, e tarrachas dos modelos mais simples o possível. O resultado, vocês podem conferir no video.

Sigam o canal: https://www.youtube.com/user/brunobluesman

Curtam também a página do Facebook! https://www.facebook.com/brunofelixoficial

Abraços, e até a próxima!!!

Medley: Fred McDowell / Son House

♠Confira esse medley de Fred McDowell e Son House interpretado por Bruno Félix & Voodoo Kings!

♣Check out this medley of Fred McDowell and Son House performed by Bruno Felix & Voodoo Kings!

Bruno Felix & the Voodoo Kings live jam recorded with a single mic. Audio, images and edition by Renan Mandelo (Corujinha Filmes).

Lineup:
Bruno Felix (Vocals, Cigar Box Guitar)
Emerson Martins (Upright Bass)
Mateus Zani ( Drums)
Glauco de Sá (Keyboards)

The song “Back Back Train” was written by Fred McDowell and was first released by Fred McDowell and the Hunter’s Chapel Singers of Como, Miss. in 1964.
“Walking Blues” is a blues standard written by Son House, but made famous by Robert Johnson in 1936.

Facebook page: http://www.facebook.com/brunofelixoficial

De coração.

Talvez eu seja um poeta assim, à moda antiga.

Gosto de rimas, whisky, sonetos, um bom vinho.

Durmo mal, como bem, acordo cedo quando convém.

Tenho a poesia como uma boa inimiga

Não entro em briga, mas muitas vezes brigo sozinho.

Escrevo quando triste.

Feliz, escrevo também.

Às vezes o faço ferido.

Às vezes por ferir alguém.

Às vezes, poeta fingido.

Às vezes fugido do além.

Um tapa no pé do ouvido

Carícias, momento zen.

Sigo assim, à moda antiga: obrigado, passo bem.

Da velha escola só não quero a tuberculose.

Quero morrer assim, à moda antiga: do coração.

E a conversa no velório vai seguir mais ou menos assim:

Foi infarto do miocárdio? Ele tinha hipertensão?

Não.

Parece que foi um verso obstruído

Por um acúmulo de poesia no peito

Diz que uma estrofe deu defeito

Morreu com o bom coração partido.

De volta aos palcos!

Após um período afastado dos palcos por conta da produção e lançamento do livro, nada mais justo que rolar uma noite de blues/rock/jazz na casa mais fina/elegante/aconchegante da cidade!

Então fica aqui o convite para quem estiver no sudoeste de Minas amanhã: Sexta Feira Santa vai rolar Bruno Felix & Voodoo Kings no Único Lounge Bar em São Sebastião do Paraíso!

Ah, a agenda do site está atualizada, confiram: http://brunofelixarts.com/agenda/