Remoção

É preciso arrancar essa flor-de-lis
Marcada a ferro quente
É preciso amanhecer um novo dia
Com uma nova cicatriz
Mesmo que custe um corte rente
Aos ossos
É preciso arrancar pela raiz
E suportar uma nova dor
Superar essa marca ardente
Talvez arrancando-a do couro
Essa marca também se apague
No coração de quem a desenhou.

Concurso de Contos em Salamanca, Espanha: Publicação e certificado.

Algumas semanas atrás eu estive aqui comunicando o resultando do primeiro concurso de relatos breves Cuéntame un Cuento, promovido pelo Centro de Estudos Brasileiros da Universidade de Salamanca, Espanha.

Na ocasião, fiquei muito feliz em saber que meu conto “O mandado de prisão” foi selecionado como primeiro finalista (LINK). Não bastasse essa alegria, fui surpreendido essa semana com um belo certificado e com o contrato de edição, o que marca minha estréia no gênero de contos: a antologia será publicada em e-Book, e o contrato já está entregue devidamente assinado!

Assim que o livro ficar pronto, prometo trazer o link para que todos possam ler!

Abraços, com meus votos de paz, equilíbrio e literatura sempre!

Bruno Félix.

WP_20170720_001WP_20170718_001

Foto: meu escritório hoje.

Testando uma Olivetti Lettera 82 MUITO nova, toda original, presente de um grande amigo. E saiu poesia? Sim, claro! Mais tarde eu publicarei. Por enquanto, deixo aqui a foto da nova parceira de escrita, que aliás superou em muito minhas expectativas: muito macia e silenciosa, caracteres em perfeito alinhamento, leve e fácil de transportar (é aquele modelo de maleta plástica).

Enfim: uma simpática e educada companhia.

WP_20160309_14_21_55_Pro