Pré Venda: POEMAS CLASSIFICADOS

A intenção era difundir a literatura e fazer mais gente descobrir o gosto pela poesia.
A ideia era publicar poemas na sessão de classificados do jornal regional.
O editor aderiu. O público também!
Logo os #PoemasClassificados ganharam também as redes sociais.
Agora, viraram livro!

E é com muito orgulho que venho anunciar que está aberta a pré venda desse novo livro! E o preço é bom! Se fosse possível adquirir cada jornal onde um desses poemas coloriu a sessão de classificados, o investimento seria em torno de R$150,00. Mas isso é impossível. Ademais, o Grupo Editorial Letramento nos fez a gentileza de reunir todos poemas em um belíssimo exemplar que será comercializado pela bagatela de R$24,90!

Então tá fácil, agora é só clicar na capa do livro (abaixo) e reservar o seu exemplar!

30420325_1136366579834512_8326847511109137104_o.jpg

Abraços!

Bruno Félix

Resenha

2018 começou a todo vapor!

Confira o que a blogueira viciada em livros Júlia Lima escreveu sobre o livro A Menina e o Equilibrista (clique na imagem abaixo). Aproveita e segue o blog dela, há muito conteúdo interessante!

Design sem nome

Long Distance Blues

Talvez um beijo fira mais que a ausência
E a distância, antítese do abraço
Seja nossa forma de permanência
Diferentes canções no mesmo compasso

Há vida na arte do desencontro
Embora tenhamos nos encontrado
Foi onde morri recostado em teu ombro
A arte da vida é morrer tendo amado

De longe renasço e vejo que cresce
Em viço, cores, aromas e prece
Sinto a tua presença e te alimento

Teu riso me faz sentir alegria
Permite-me o sonho de que algum dia
Ausência não seja nenhum ferimento

eBook “Brasil. Historias en pedazos”

Já está disponível para download gratuito o eBook “Brasil. Historias en pedazos” editado por Ediciones Ambulantes.
A obra recolhe os contos vencedores e finalistas do I Concurso de relato breve “cuéntame un cuento”, promovido pelo Centro de Estudos Brasileiros da Universidade de Salamanca, cujo resultado foi publicado no passado mês de maio no Palácio de Maldonado.
Dentre os contos publicados, encontra-se “o mandado de prisão”, de minha autoria!

Para fazer o download gratuito do livro basta clicar na imagem abaixo.

Boa leitura!

Sem título.png

 

Lançamentos agendados!

A Menina e o Equilibrista, meu segundo livro, já tem as datas de lançamento definidas: Dia 19/04, no Unico Lounge Bar em São Sebastião do Paraíso/MG, o lugar mais aconchegante da cidade, ideal para falarmos de coisas amenas como literatura e cheiro de livro novo!

Clicando na imagem abaixo, você será redirecionado para a página do evento, onde constam todas as informações!17390599_270165403440688_1327815085610414834_o.jpg

Na sequência, seguirei para Poços de Caldas, dia 06/05, onde o livro também será apresentado e autografado durante um dos maiores e mais importantes festivais literários do país: o FLIPOÇOS (clique na imagem para visitar o site oficial e conhecer toda a programação, que, como de praxe está incrível):

17798919_1323595027707931_660429760061613917_n.jpg

Nos vemos lá!

Abraços!

Ponches et Circenses

Conforme prometido pela anfitriã
A recepção de Madame Zoraida
Já se prolongava até a manhã
Após o ludibrioso espetáculo do circo Malakov
Regalavam-se os convivas a ponche gelado
E Harvey Wallbanger de vodka Askov

Acomodado em uma chaise long
Desenhada por Le Corbusier
O arguto doutor Cheng Fong
Ajustando o pince-nez
Defendia o palhaço Kablong
Que tirara de cena de modo abrupto
O espetaculoso domador de pôneis
A contragosto do respeitável público

Madame Zoraida encolerizada,
Bradava ofensas ao tal saltimbanco:
– Pois eu digo que tudo não passou de um golpe!
– Golpe não foi! Visto que ambos são da mesma trupe!
– Golpe sujo e baixo! – Insistia a madame
– Não vejo o porquê! – fez o doutor
– Pois veja bem, que palhaço infame…
– Alto lá Zozô! Infame é dar show a domar alguns pôneis!

Enquanto os comensais acalorados
Tomavam partidos na capciosa contenda
Já altos de ponche e outros derivados
De lá da cidade, no fundo da tenda
O velho palhaço se demaquilava
E o domador abria um Velho Barreiro
Que há pouco fora buscar na venda
Ao sair mais cedo do picadeiro.

ESQ1_631.jpg