Lançamentos agendados!

A Menina e o Equilibrista, meu segundo livro, já tem as datas de lançamento definidas: Dia 19/04, no Unico Lounge Bar em São Sebastião do Paraíso/MG, o lugar mais aconchegante da cidade, ideal para falarmos de coisas amenas como literatura e cheiro de livro novo!

Clicando na imagem abaixo, você será redirecionado para a página do evento, onde constam todas as informações!17390599_270165403440688_1327815085610414834_o.jpg

Na sequência, seguirei para Poços de Caldas, dia 06/05, onde o livro também será apresentado e autografado durante um dos maiores e mais importantes festivais literários do país: o FLIPOÇOS (clique na imagem para visitar o site oficial e conhecer toda a programação, que, como de praxe está incrível):

17798919_1323595027707931_660429760061613917_n.jpg

Nos vemos lá!

Abraços!

Joana – O Minuto do Orvalho

Hoje recebi um exemplar do 2º Anuário da Nova Poesia Brasileira, onde, conforme eu disse aqui anteriormente, o poema que escrevi para minha filha Joana em agosto de 2015 foi publicado. Além da satisfação, da sensação de dever cumprido, recebi uma dose extra de combustível: o Certificado de Qualidade Literária, com direito à medalha!

Quero nesse post expressar minha gratidão à Literaria Academiae Lima Barreto/RJ e à Câmara Brasileira de Jovens Escritores. Ah, agradecimentos ultra especiais à minha filhota Joana, por me inspirar a escrever o singelo poema!

IMG_6424

13232882_1069545243083852_8981068647207674132_n

DSC_1249

FLIPOÇOS 2016

No dia 03 de maio estarei na 11ª Feira Nacional do Livro de Poços de Caldas/MG, compondo a mesa do momento poético ao lado do poeta Maurício Vieira. O nome da mesa é “Orfeu do Blues: da poesia grega aos menestréis do Mississippi.” Creio que o nome já transmite uma ideia bastante ampla sobre como se desenrolará esse bate papo, mas vale lembrar que haverá um violão ou dois, um bottleneck e alguns bons e velhos riffs do delta blues!

Ah, para a ocasião, Maurício e eu escrevemos um poema em parceria, que já adiantarei aqui no blog. Um Blues para Mariana:

Daqueles olhos cheios d’água
Uma lágrima desceu em seus lábios
Lábios que são pétalas de rosa,
A lágrima virou orvalho

Eu pensava em levá-la para longe
Dos homens que só a machucavam
Sem carinho só promessas
Cada dia um pouco mais

Toda aquela água me lembrava o mar
Olhos tempestuosos onde navegar eu temia
Quisera eu poder interromper aquela mágoa,
Com meu dedo no dique, estancar sua ferida

Mas suas fissuras eram profundas demais
De tanta pressão daqueles homens sem amor
Um dia ela simplesmente não aguentou mais
As águas de mariana se fizeram mar

  II

Ah, Mariana! Quem te viu, quem te vê
Que sina insana te feriu, e por quê?
Emprestaste ao mundo tua beleza
Em troca, recebeste apenas desprezo

Tua beleza natural foi maquiada
Aniquilada a troco de nada
Sugaram tuas riquezas
Teus anos dourados

Quantos bilhões valeriam teus olhos?
Pois eu daria o ouro do mundo inteiro
Para devolver-te o brilho de outrora.

Sim, eu daria minha vida
Minha poesia leviana
Só para ver sorrir Mariana

teaser_2

Livraria da Travessa – Ribeirão Preto

Ontem tive a honra de apresentar meu livro (e autografar os exemplares vendidos) na Livraria da Travessa de Ribeirão Preto/SP, que fica no Ribeirão Shopping.

A loja é linda, fui super bem recebido pela simpática equipe da livraria. No vídeo abaixo, você pode conferir alguns momentos (registro de celular):

Semana que vem, estarei na cidade de Monte Santo de Minas, em breve venho com mais informações!

>>PEÇA JÁ O SEU EXEMPLAR!<<<

InstagramCapture_50365bd6-ba90-481d-bc64-62a473ea50ef

Abraços, e até breve!